COMUNICANDO: YouTube está mudando regras de monetização

Na noite da última quarta-feira, 31 de agosto, no Twitter apareceu o burburinho
que o YouTube pode mudar a sua forma de produção de conteúdo. Existentes desde o mês de junho de 2015, as regras passaram a ser aplicadas recentemente na forma
de remoção de propagandas, onde os vídeos são considerados “inapropriados para os anunciantes”.

Entre os diversos motivos pelos quais a política está gerando certa polêmia no meio dos produtores de conteúdo, está o fato que essa política aparentemente
é aplicada de forma automática, além disso, muitos usuários estão vendo vídeos considerados anteriormente adequados, tendo sua monetização interrompida sem aviso prévio.

De acorco com o YouTUbe os motivos que são considerados são a presença de conteúdos sexuais sugestivos, violência (ou machucados graves) e linguagem inapropriada (incluindo assédio, profanidades e termos vulgares). Eles ainda se reservam ao direito de proibir que conteúdos que promovem o uso de drogas ou tratem de temas sensíveis (como guerras, conflitos políticos e tragédias naturais) gerem dinheiro para seus produtores.

Essas regras ainda não estão completmaente claras, e nem se sabe ainda como isso pode impactar os usários, mas muitos já estão severamente preocupados com essa nova atitude.O posicionamento do YouTube
Em um email enviado à equipe do TecMundo Games, o YouTube esclareceu que não realizou qualquer mudança em sua política de monetização de vídeos. Segundo a empresa, o que está ocorrendo é somente uma melhor comunicação dos motivos pelos quais alguns vídeos podem ser considerados inadequados.
“As nossas políticas de não monetização de vídeos em relação ao que é adequado para publicidade não mudaram. Porém, para garantir uma melhor comunicação, nós recentemente melhoramos as notificações e o processo de apelação”, afirma a companhia.

Post Autor: Comunicando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *