COMUNICANDO: Washington D.C: conheça melhor a capital norte-americana e repense seu roteiro à costa Leste

Muito mais que uma parada de conexão ou um bate e volta, a cidade guarda tesouros dignos de uma extensão de itinerário

Neste dia 20 de janeiro, os Estados Unidos – e o mundo – assistem à posse do novo presidente norte-americano, Donald Trump, colocando, mais uma vez, Washington D.C. sob os olhares atentos de milhões de telespectadores. Porém, mais do que a sede do governo de uma das nações mais poderosas do planeta e de um simples destino bate e volta para quem visita Nova York, essa cidade situada no nordeste do país merece mais que um simples dia de visita.

Como chegar

A capital dos Estados Unidos é servida pelo Dulles-Washington International Airport, que tem voos diretos do Rio de Janeiro e São Paulo. Prepare-se para procedimentos rígidos de segurança em sua chegada. Para quem já está no país, uma dica é usar o sistema ferroviário da Amtrak, cujas linhas podem ser consultadas pelo site www.amtrak.com ou as linhas de ônibus interestaduais, como a Greyhound e a Peter Pan.

 

Circulando

O transporte público é a melhor pedida para visitar os principais monumentos da região política de Washington, já que as opções de estacionamento ao redor das mesmas são poucas. A empresa que administra os serviços de ônibus e metrô da cidade é o Washington Metropolitan Area Transport Authority (www.wmata.com) e é recomendável planejar o itinerário com antecedência. Como o sistema não devolve troco, o ideal é utilizar o SmartTrip Card, que permite descontos e recarregar o cartão para viagens ilimitadas em um dia.

 

Principais bairros

A maior parte dos pontos turísticos (lê-se: monumentos históricos e políticos) se concentram no National Mall, a faixa de 3km que agrega as áreas que pertencem ao West Potomac Park e ao Constitution Gardens. Como as atrações não ficam muito distantes umas das outras, um convite é conhecer a todas à pé ou de bicicleta. Ali, estão a Casa Branca, o Capitólio, os famosos memoriais (como as homenagens aos veteranos de guerra, o Lincoln Memorial e Washington Monument) às margens do histórico rio Potomac, além dos museus que foram o Complexo Smithsonian, com visitação gratuita. Há tours guiados pela região, com paradas nos principais pontos turísticos.

PRINCIPAIS BAIRROS

Foto: Portal Brasil

Mas, a vida da capital federal não se concentra ali e uma visita aos demais bairros é imperdível. Downtown fica a poucos minutos do National Mall e tem diversas opções de restaurantes e compras mais tranquilas que outlets. Chinatown, como não poderia deixar de ser, é marcada por restaurantes asiáticos, além de seu portal em estilo oriental. O distrito histórico de Capitol Hill abriga o Eastern Market, mercado inaugurado em 1879 que reúne turistas e moradores em busca de cultura e muitos sabores, encontrados nas frutas, carnes, queijos e comidas típicas de todo o mundo.

 

Foto: TripAdvisor

02

Foto: AirBnb

Na Dupont Circle, belas casas, Embaixadas de todo o mundo, além de sua vida noturna agitada. Também colada ao National Mall, a Penn Quarter é um grande centro gastronômico e cultural da cidade. U Street Corridor é guarda pérolas da black music e o charmoso Upper Northwest abriga o National Zoo e a National Cathedral.

Foto: Equity Apartments

03

Foto: U Street Apartments

 

À beira do Rio Potomac, o histórico bairro de Georgetown ainda guarda o charme de sua fundação, em 1751, com suas ruas de paralelepípedo, casinhas de tijolos aparentes e postes floridos. No mesmo perfil, está Old Town Alexandria, cidade natal de George Washington com prédios que datam dos séculos XVIII e XIX.

06

Foto: Segredos de Viagem

07

Foto: Hampton Inn

Arlington e Mount Vernon concentram memoriais e casas históricas, como o Pentagon 9/11 Memorial, Arlington National Cemetery e a casa onde morou George Washington.

08

Foto: Zip Shell

09

Foto: Mount Vernon.Org

 

Compras

Washington oferece boas opções de compras, tanto nos bairros de Georgetown, Old Town Alexandria e Downtown, quanto nas dezenas de outlets. Destaque para o Potomac Mills e Tanger Outlet, além dos shopping centers, como Tysons Corner Center, Fashion Center at Pentagon City e Westfield Montgomery.

 

Gastronomia

Claro que, entre visitas a museus, lojas e monumentos históricos, comer significa paradas rápidas para um lanche. As atrações – ou seus arredores – oferecem aos visitantes boas opções, com pratos variados e saborosos, alguns até bastante disputados, como o The Source, comandado pelo chef Wolfgang Puck, situado no Newseum.

Fora dessa correria toda, o turista encontra gastronomia variada, desde as casas locais, como a Ben’s Chili Bowl e os hambúrgueres amassados do Five Guys, até os restaurantes e cafés refinados de Georgetown, como a delicatessen Dean & DeLuca. Old Town Alexandria garante, em meio às construções históricas e lojas descoladas, boas refeições à beira do Rio Potomac.

Para um dia em que o objetivo é uma refeição simples e despretensiosa, duas boas alternativas são os quiosques e lanchonetes da Union Station, que oferecem bom custo x benefício,  e a produção local ofertada no Eastern Market, com fartura de alimentos frescos, principalmente aos finais de semana.

luciana gomides

 

 

Post Autor: Comunicando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *