COMUNICANDO: Salvando a galáxia outra vez por Cleres Aráujo

Na próxima quinta-feira chega aos cinemas o segundo filme dos mercenários e heróis espaciais os Guardiões da Galáxia. As pré-estreias acontecem em várias salas da capital, na madrugada de quarta para quinta com todas as sessões 3D às 00h01. Cinépolis Cerrado, Cinemark Flamboyant e Kinoplex Goiânia Shopping com sessões apenas legendadas e Cinemark Passeio das Águas dublado ou legendado.

A equipe dos Guardiões da Galáxia são os mesmos dos quadrinhos com poucas alterações, mas a fama deles cresceu tanto que outros membros acabaram entrando, porém, o objetivo deles sempre foi o mesmo: salvar a galáxia e descobrir quanto eles podem ganhar com isso.

O primeiro filme da franquia fez com que grande parte do público, que não faz parte do universo geek, conhecessem um grupo de super-heróis no mínimo estranho (com um guaxinim falante e uma árvore). Os cinco personagens têm praticamente a mesma importância no filme, com um pequeno destaque para o Senhor das Estrelas, mas nenhum poderia ser chamado de coadjuvante e a promessa para o Volume 2 é que eles continuem tendo grande destaque e que os três novos integrantes também apareçam bastante.

Falando um pouco do que já se discute na internet sobre o novo filme, antes de falar dos personagens do longa, quem for ao cinema vai demorar muito para sair, são cinco cenas pós-credito. Outro ponto que chamou a atenção foi a sátira à saga Star Wars quando o vilão Ego, o Planeta Vivo, interpretado por Kurt Russell aparece para Peter Quill, O Senhor das Estrelas, (na pele de Chris Pratt).

Outro grande destaque é o pequeno Groot, ou baby Groot na versão original, que continua sendo dublado por Vin Diesel e foi de grande importância para a divulgação do filme. Para terminar essa parte de novidades um pequeno spoiler: Sylvester Stallone interpreta Stakar Ogord, o Águia Estelar, o personagem mais desconhecido do universo Marvel a aparecer nos filmes atuais de super-heróis.

Pronto agora posso voltar a minha especialidade marvética e começar a falar dos personagens. Petter Quill, o Senhor das Estrelas, ele é meio humano e meio spartoi, filho de Ego e adora música pop das décadas de 1980 e 1990 (trilha sonora do filme).

Yondu, que é a figura paterna para o Senhor das Estrelas, entra de vez na equipe. Ele é um bandido interestrelar e líder dos Ravangers, os maiores saqueadores da galáxia. Outra que ganha destaque no Volume 2 é Nebulosa, uma luphomóide que se liga bastante à história de Thanos e, consequentemente, Gamora. Era uma pirata espacial e quase foi exterminada pelo titã louco antes de se tornar uma cyborg cheia de armas espalhadas pelo corpo.

Gamora é a última da espécie zen whoberi raça que foi praticamente exterminada pelos badoons, Thanos criou a garota e pretendia usá-la como uma arma viva no futuro (já podemos perceber aqui que ela terá grande importância em Vingadores – Guerra Infinita). Quando Thanos tenta destruir grande parte do universo, Gamora se volta contra o titã louco e ajuda a salvar várias pessoas e planetas.

Não parece, mas Drax é humano, ao menos em espírito. Ele era Arthur Douglas que teve sua família assassinada por Thanos há muitos anos, depois disso seu espírito foi capturado por Mentor e colocado em um corpo muito mais poderoso, a pedido do titã Kronos, para destruir Thanos. No filme a vingança de Drax é contra o kree Ronan, o Acusador, mudando um pouco a história original da Marvel. Essa mudança faz com que a história do filme se ligue ao universo de Agents of Shield e Inumanos, pois a raça alienígena kree é bem marcante em ambos.

O guaxinim falante e encrenqueiro da equipe, Rocket Raccoon, sempre foi membro dos Guardiões da Galáxia. Criado no planeta Halfworld, uma colônia abandonada para doentes mentais, onde animais são geneticamente manipulados para dar-lhes inteligência a níveis humanos e a capacidade de andar em duas patas, para muitos se tornarem cuidadores dos detentos. Halfworld fica do outro lado do Muro Galáctico, no Quadrante de Keystone (informação dispensável, só para contar a história do Rocky e mostrar que a única ligação dele é com os guardiões mesmo).

Completando o time está Mantis, nos quadrinhos ela aparece como uma garota vietnamita que foi abandonada pelo pai no Mosteiro de Pama, uma seita religiosa ligada aos alienígenas kree. No filme ela aparece ligada a Ego, o Planeta Vivo, e, por se comunicar com plantas e ter poderes sobre elas, pode estar envolvida com Groot. Especula-se que ela poderá fazer o baby Groot crescer rapidamente em algum momento do filme (alerta de spoiler), mas nada foi confirmado.

Resumindo: uma boa safra de histórias vindas de diversas partes do universo Marvel e muitas ligações com filmes e séries que estão se desenvolvendo até chegar ao tão esperado Guerra Infinita. Guardiões da Galáxia Volume 2 já foi bastante elogiado pela crítica e a expectativa é de um público muito grande nos cinemas.

 Cleres araujp

 

Post Autor: Comunicando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *