COMUNICANDO: Os portugueses por Cleres Araújo

Após a reforma da língua portuguesa, válida desde o último ano, a ideia era que todos os países que tem o português como idioma oficial se entendessem melhor. Segundo o Professor Pasquale, “com a linguagem escrita é fácil se comunicar entre todos os países, mas quando se fala as coisas se complicam, principalmente quando são usadas gírias”. Ele falou ainda que alguns termos podem até fazer com que a mensagem que se quer ser transmitida não chegue ao receptor.

Um exemplo dessa falta de “comunicação” é a música Não me toca com versões brasileira e angolana do cantor Zé Felipe no Brasil e de Anselmo Ralph em Angola, que quando se ouve é muito difícil de entender e interpretar a música como um todo, mas quando se lê é um pouco mais fácil. Acesse as letras das duas versões e ouça as músicas para notar a diferença, se o português é um só então por que as letras são diferentes? No fim o sentido e a ideia das duas canções são os mesmos, mas dito com palavras e expressões típicas dos dois países.

Letra de Não me toca – Zé Felipe, com participação de Ludmila. https://www.letras.mus.br/ze-felipe/nao-me-toca/

Vídeo de Não me toca – Zé Felipe, com participação de Ludmila.

Letra de Não me toca – Anselmo Ralph. https://www.letras.mus.br/anselmo-ralph/1884350/

Vídeo de Não me toca – Anselmo Ralph

Mas, como eu já disse o sentido da música é o mesmo, o que facilita o entendimento. Contudo, se formos viajar para algum país de língua portuguesa? O ideal era que nos entendêssemos perfeitamente né?

Porém, se chegarmos em Angola e alguém nos perguntar se estamos fobados? A primeira coisa que vem à cabeça é se estamos apressados ou impacientes, mas na verdade ele está querendo saber se estamos com fome.

A mesma coisa pode acontecer se, ao viajarmos para Portugal, um gajo nos chamar de brutal. Faremos de tudo para justificar nossa humanidade, bondade e civilidade, mas na verdade ele estará dizendo que somos espetaculares. Diferente né?

Esses são apenas alguns exemplos de expressões que nos atrapalhariam a nos comunicar com nossos amigos que também falam português e não são do Brasil. Entretanto existem palavras que não passariam nada pela nossa cabeça e muitas vezes encerrariam a conversa, caso você não seja curioso o suficiente para querer entender o significado: camba, jindungo, malaico, viju, bué, tramado e fixe.

Agora, ao viajar para Angola, pede uma birra no bar, caso queira tomar aquela cervejinha gelada. #ficaadica

Cleres araujp

Post Autor: Comunicando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *