COMUNICANDO: Facebook lança página com tutoriais para garantir privacidade no site

O Facebook coloca no ar nesta quinta-feira, 26, uma página dedicada a ajudar as pessoas a usarem melhor a rede social. Apesar disso, a novidade não é assim tão nova. Trata-se do Privacy Basics, uma plataforma relançada pela empresa com dicas de como assegurar a sua privacidade no site.

Em entrevista exclusiva ao Olhar Digital, o diretor de políticas públicas da empresa no Brasil, Bruno Magrani, explica que a iniciativa nasceu como uma forma de ajudar os usuários a manejarem melhor os recursos do Facebook relacionados com a privacidade dos internautas.

A página já estava em funcionamento há alguns anos e foi reformulada para responder às dúvidas mais frequentes dos usuários, com base no comportamento de acesso ao site, de forma a atender aos principais interesses do público sobre o tema. No total, são 32 guias interativos em 44 idiomas diferentes – entre eles o português. Com a reformulação, a página também está mais leve e fluída, oferecendo uma melhor experiência quando acessada pelo celular.

“O conteúdo está mais claro e foi selecionado de acordo com o feedback dos internautas. Vimos quais eram as perguntas mais feitas pelos usuários e trabalhamos em cima delas”, explica Magrani.

A reportagem do Olhar Digital conseguiu averiguar quais as áreas de maior interesse dos usuários que motivaram a mudança na página. Trata-se das seguintes:

  • Como escolher quem pode ver algo que eu publiquei no Facebook?
  • Como faço para ver como meu perfil é visualizado por outras pessoas?
  • Outros usuários podem ver minha lista de amigos?
  • Quem pode ver minhas curtidas e comentários em outras publicações?
  • Quem pode ver uma foto publicada no Facebook com outras pessoas marcadas?
  • Como faço para desfazer uma amizade ou bloquear um usuário?
Prevenção de crimes

Além de garantir que os usuários usufruam com sabedoria dos recursos disponíveis no site, o executivo lembrou que essas ferramentas podem auxiliar até mesmo na prevenção de crimes causados pela a ação de pessoas mal-intencionadas, que acabam se aproveitando de dados expostos na internet para planejar ações criminosas.

“Nosso objetivo principal é educar melhor as pessoas sobre os controles de privacidade que elas têm. Isso é fundamental para evitar que situações como essa aconteçam”, diz.

Post Autor: Comunicando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *