COMUNICANDO: Digital Influencers: o melhor termometro regional por Fernanda Cappellesso

O programa Fantástico da TV Globo exibiu uma matéria falando sobre as digital influencers. Aquelas pessoas que são referências em algum segmento e que se tornam opiniões decisivas para o público em questão.

Na semana passada, eu já havia escrito para vocês sobre essas pessoas e questionado sobre a exigência do diploma em um mercado em que blogueiras e youtubers tem maior credibilidade que os  próprios veículos de comunicação.


O meu questionamento é: quem são os culpados do descrédito só jornalismo? Seriam os repórteres que se acostumaram a receber tudo mastigado das assessorias de imprensa e não buscam ver algo além da pauta proposta pelos assessores? Ou seriam os veículos que, por conta dos compromissos financeiros se vêem obrigados a atrelar a linha editorial à aquilo que o anunciante pede?As duas vertentes também podem acontecer com as blogueiras. Ora, elas também recebem conteúdo das assessorias de imprensa e também tem compromissos financeiros com os anunciantes. Então, qual o diferencial?diferença está na reserva de imagem. As blogueiras/digital influencers tem todos os textos e opiniões ligadas à imagem delas, ao relacionamento delas com os produtos  e com os fãs. É isso que faz com que elas ganhem fãs/seguidores  e que faz com que elas sejam destaque e conquistem visibilidade.Elas precisam ser coerentes com seu posicionamento e sua postura, pois – ao contrário do jornalismo não é uma equipe ou reporter X ou Y, mas sim a blogueira fulana de tal que disse uma coisa e depois se contradisse . Como profissionais de comunicação, sabemos que isso é muito ruim para a imagem de quem quer que seja.

Sou uma grande entusiasta do mundo digital, desde antes dele ser concreto e realidade. Hoje, vendo esse mundo como sólido, acredito que são as digital influencers a principal aposta para o mercado da comunicação e principalmente para a publicidade.

São as digital influencers que falam a linguagem regional e do segmento. São elas que trazem do global para o específico as novidades e as referencias. As vejo como o termômetro daquilo que vai ou não dar certo em determinada área ou região.

 fernanda cappellesso

 

Post Autor: Comunicando

2 pensou em “COMUNICANDO: Digital Influencers: o melhor termometro regional por Fernanda Cappellesso

    Lia

    (23 de março de 2018 - 10:51)

    Bom dia,
    Estou iniciamdo como influenciadora digital. Aqui em Salvador é muito difícil obter informações. Mas até onde m disseram eu tenho q fazer um kit mídia, procede ou é dispensável?
    Qual primeiro passo vc m orientaria?
    Meu foco é fitness e moda.
    Grata.

      Kamila Mendonça

      (23 de março de 2018 - 12:41)

      Bom dia Lia,

      ficamos feliz com seu comentário.

      Sim, é fundamental ter um mídia kit, ele irá guiar os anunciantes para te selecionar. Sempre que vamos contratar um digital influencer precisamos ter certeza que ele está de encontro com a persona do nosso cliente. Iremos te mandar no seu email alguns modelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *