Programa “Empreender Mais Simples” fomentará os pequenos negócios no Brasil

Menos burocracia e mais negócios. Essa é a proposta do programa “Empreender Mais Simples” desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Governo Federal e o Banco do Brasil, que facilitará a concessão de crédito aos micro e pequenos negócios (MPE), além  de desburocratizar a gestão dessas empresas.

A partir de agora as MPE, que representam 98,5% dos negócios em operação no País, terão acesso a crédito de R$ 8,2 bilhões, que serão disponibilizados ao longo de dois anos. O recurso será concedido pelo Banco do Brasil e pelo BNDES e segundo o Sebrae, o benefício será orientado para que o empreendedor use o dinheiro de forma consciente e para o fomento de seu negócio.

Do montante anunciado, cerca de R$ 1,2 bilhão será concedido por meio da linha Proger Urbano Capital de Giro, com recursos do Fundo do Amparo ao Trabalhador (FAT), e R$ 7 bilhões da linha BNDES Capital de Giro Progeren. Ler mais sobrePrograma “Empreender Mais Simples” fomentará os pequenos negócios no Brasil

COMUNICANDO: Aberto concurso para SANEAGO “aos engenheiros com carinho”

Foi aberto um novo processo seletivo simplificado pelo SANEAGO (Saneamento de Goiás S.A.), que reúne 25 vagas para profissionais de nível superior, que receberão salários de R$ 8.907,02. O cargo disponível para inscrição é de Engenheiro Civil. Os profissionais convocados vão atuar nos segmentos de Projetos e Diagnósticos SAAE e SES, Geotécnica, Orçamento, Estrutura, Obras […]

COMUNICANDO: Anime-se parece que as coisas estão realmente melhorando

Goiás registra o 2° melhor resultado na geração de empregos do País

Mesmo diante da retração econômica que passa o País, Goiás acumula de janeiro a outubro deste ano o segundo maior saldo de criação de novas vagas pelo mercado formal do País. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho, revelam que o Estado gerou 4.473 novos postos nos primeiros dez meses e caminha para fechar o ano com saldo positivo.

O Estado só está atrás do Mato Grosso do Sul (7.976 vagas). Apenas quatro Estado apresentaram resultados positivos no acumulado no período. Além de MS e GO, Mato Grosso (3.049) e Roraima (686) apresentarem resultados positivos. Outros 22 Estados mais o Distrito Federal apresentaram mais desligamentos do que admissões (veja quadro), conforme mostra o levantamento do Ministério do Trabalho. Ler mais sobreCOMUNICANDO: Anime-se parece que as coisas estão realmente melhorando

error: Conteúdo protegido!