Sebastião Salgado Genesis. Escola Focus. Jpg

Eu sou apaixonada por fotografia, acho incrível o olhar do fotógrafo e a maneira como ele registra os sentimentos por trás de imagens. Partindo do pressuposto de que fotógrafos tem a capacidade de “congelar” um sentimento é que eu lhes recomendo o documentário “O sal da Terra”, disponível no Netflix.

O documentário biográfico conta a vida de amor pela fotografia do mineiro Sebastião Salgado, sua fuga na época da ditadura, como se apaixonou pela arte de captar emoções e como abdicou do convívio com a família para registrar vidas, povos, lutas, vitória e derrotas de povos desconhecidos da globalização. O filme é do ano de 2014, com direção de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, filho de Sebastião Salgado.

Para dar aquele gostinho de quero mais, vou te mostrar um pouco de suas obras que são retratadas no filme. Com ajuda e apoio de sua esposa, Lélia Deluiz Wanick, compôs obras como:

sebastiao-salgado-serra-pelada-3

Serra Pelada (1999), onde retratou o cotidiano dos garimpeiros.

Êxodos (2000), retratando a fuga de cidades inteiras, da guerra e da fome.

Êxodos (2000), retratando a fuga de cidades inteiras, da guerra e da fome.

 

sebastião-salgado-genesis.-escola-focus.-jpg

Gênesis (2013), onde ele registrou povos isolados.

Com sua forte expressividade ganhou inúmeros prêmios do mundo da fotografia. Eu tenho certeza de que você vai se emocionar com a dedicação e paixão com que exerce seu dom!

Agora é só pegar a pipoca e prestar bem atenção nos ensinamentos desse mestre!

marina martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *