Gestão De Mídia: Fique Atento As Mudanças No Download De Imagens Do Google

Gestão de Mídia: Fique atento as mudanças no download de imagens do Google

Ontem, 15.02, foi um dia daqueles de mudança, e a certo ponto uma mudança ruim para muitos. Devido a pressão de profissionais da área de conteúdo e fotógrafos, o Google removeu seu botão ver imagem dos seus resultados de buscas, ou seja, agora não é mais possível baixar uma foto ou imagem diretamente dos resultados do Google Imagens.

O posicionamento oficial da empresa sobre a mudança é que a eliminação desse botão — que abria uma nova aba no navegador apenas com a foto em alta resolução — vai ajudar a “conectar usuários a sites úteis”, mas a ação está sendo classificada como uma medida para “dificultar o roubo” de imagens. Ou seja, você buscar imagens no Google e clicar em uma das opções que aparecem na tela, somente os botões “Visitar”, “Salvar”, “Ver itens salvos” e “Compartilhar” estarão presentes. Além disso, um novo aviso é mostrado ao lado das dimensões da foto: “As imagens podem estar sujeitas a direitos autorais”.

Mas como vou baixar imagens agora?

(Clique na imagem acima e continue a descobrir mais)

Gestão De Mídia: Vem Aí Stories No Google

Gestão de Mídia: Vem aí Stories no Google

Na última terça-feira, 13 o Google entrou na onda do Stories e lançou o AMP Stories e agora fica mais próximo do Snapchat e Instagram, mas só para variar ainda – só pra variar né, não vai estar disponível para todos mortais, primeiramente foi disponibilizada para nomes como CNN, Mashable, Vox Media, Cosmopolitan, Wired e Washington Post.

(Clique na imagem acima e continue a descobrir mais)

Redes Sociais: Um Pouco Sobre Facebook MarketPlace

Redes Sociais: Um pouco sobre Facebook MarketPlace

Todos os dias esbarramos com milhares de pessoas já tinham o hábito de usar os grupos do Facebook como local para oferecer produtos e serviços, para você comprovar basta uma busca rápida dentro da rede social para encontrar diversos grupos voltados para vendas, até mesmo perfis e páginas, então com essa análise o Facebook lançou sua plataforma MarketPlace.

Sobre o Facebook MarketPlace

O fato é que se olharmos bem o Facebook MarketPlace não tem nada de exclusivo ou esplendoroso, ele é semelhante a diversas plataformas de vendas já existentes como OLX e Mercado Livre, o único plus aqui é porque você está sempre conectado a rede e por isso é mais ágil a negociação e acompanhamento, afinal de contas ele permite  buscas personalizadas por região, categoria e até mesmo por preço, além de ser possível contatar e negociar com o vendedor, tudo via Messenger. Outro ponto bacana aqui (acho que como em todas plataformas também né) é que é permitido aos usuários avaliem e até mesmo denunciem os vendedores. Mas eu acho que o ponto mais forte aqui, é que o Facebook não cobra nada para que os usuários publiquem seus produtos e nenhuma transação financeira é feita dentro da rede social.

(Clique na imagem acima e continue a descobrir mais)

Gestão De Mídias: Gerenciador De Anúncios Do Facebook Está De Cara Nova E Com Novidades

Gestão de Mídias: Gerenciador de Anúncios do Facebook está de cara nova e com novidades

O Facebook que já vinha dando indícios de integrar Gerenciador de Anúncios com Power Editor agora inicia a distribuição do formato aos anunciantes, conforme muitos social medias estão anunciando.

O Facebook está combinando os recursos de criação e edição de anúncios do Power Editor com a facilidade de uso e a familiaridade que os anunciantes adoram no Gerenciador de Anúncios. (Via Facebook)

 

Mas o que muda?

(Clique na imagem acima e continue a descobrir mais sobre a integração)

Gestão De Mídia: Google Agora Vai Levar Consumidores Até Lojas Físicas

Gestão de Mídia: Google agora vai levar consumidores até lojas físicas

O Google está trazendo para o Brasil uma nova tecnologia que vai de encontro com a teoria do Marketing 4.0 – Do Tradicional ao Digital, porque o principio dele é não só destinar os consumidores a um e-commerce, como também levá-los até as lojas físicas. A ferramenta chamada LOCAL INVENTORY ADS , tem o objetivo é auxiliar o consumidor, onde quer que ele esteja, afirmou Cláudia Sciama, diretora de varejo do Google Brasil. Ela complementou dizendo que o  usuário utiliza o meio digital não só para comprar, mas para tomar decisões, e que um terço de todas as buscas são locais, ou seja, o usuário quer ir a um ponto físico.

Mais sobre o Local Inventory Ads

A primeira empresa a adotar a ferramenta é o Magazine Luiza, que já está com sua estratégia de integração entre pontos off e pontos on prontinha. Mesmo que poucos consumidores estejam acostumados a comprar pela internet – no Magazine Luiza apenas 15% consomem em diferentes canais – mais de metade pesquisa o item na internet antes de adquiri-lo.

Os anúncios de inventário locais exibem seus produtos e armazenam informações para compradores próximos procurando com o Google. Quando os clientes clicam em seu anúncio, eles chegam em uma página hospedada no Google para sua loja, chamada de loja local. Os compradores usam a loja local para visualizar o inventário na loja, obter horas de loja, encontrar direções e muito mais.

(Clique na imagem acima e continue a descobrir mais sobre o LOCAL INVENTORY ADS)